Pesquisar

Carregando...

13 de agosto de 2009

Celeiro

Esta é uma forma divertida de dividir times. Faça cartões (deixe pronto antes) com o número de tipo de animais que você deseja de times (se quiser dividir em quatro times, faça cartões de quatro tipos de animais. Faça mais cartões do que você prevê que venham jovens na reunião: se você prevê 35 participantes, faça quarenta cartões, quatro grupos de dez (dez cartas galinha, dez cartas vaca, dez cartas burro e dez cartas porco, por exemplo). Entregue os cartões aos participantes e diga para não mostrarem para ninguém. Quando você der o sinal, cada um deve imitar o som do animal do seu cartão o mais alto possível, até que o grupo inteiro com o mesmo animal se reúna. O primeiro grupo a ficar completo vence.

Você pode também fazer uma brincadeirinha colocando apenas UMA carta "burro" ou "galinha" no meio (tome cuidado, não vá dar essa carta para alguém tímido). Mesmo depois que todos grupos já se encontram, essa pessoa vai ficar sozinha zurrindo ou cacarejando! 

10 de agosto de 2009

O Mais Rico Ganha

Para este jogo, vamos precisar de alguma coisa que represente dinheiro. Pode ser:

Notinhas que você mesmo crie no computador

Moedas

Grãos de milho/feijão/etc.

Dê para cada pessoa do grupo a mesma quantidade de "dinheiro". A partir do JÁ todos começam a circular e desafiar uns aos outros, apostando "dinheiro". O objetivo é, no fim do tempo regulamentado, ser a pessoa com mais "dinheiro". Os desafios que uns fazem aos outros podem ser de dois tipos:

- Se o seu grupo for mais tímido, faça pedra/papel/tesoura, cara/coroa e guerra de dedões;

- Se o seu grupo for mais solto, faça só com "jogo do sério" (quem rir primeiro perde).

Inclusive nesse último caso você pode ter uma mesa vendendo, por certa quantidade de "dinheiro", acessórios, como um nariz de palhaço, peruca, ou outras coisas ridículas.

Se você ver que o jogo está começando a parar, porque o "dinheiro" ficou todo concentrado na mão de poucas pessoas, dê uma "reinjetada" de dinheiro na economia do jogo, dando mais para aqueles que estão sem.

11 de março de 2008

Malabarismo com Nomes

Um ótimo quebra-gelo que também serve para fazer as pessoas conhecerem umas às outras.

Você vai precisar de:

  • Bolinhas de tênis
  • Outros objetos pequenos e macios (brinquedos infantis, etc.)

1a Rodada: Coloque todos em círculo, de pé (participe do círculo também). Explique que você vai atirar a bola de tênis para uma pessoa qualquer da roda e dizer “Olá Fulano, meu nome é Beltrano, vai!” Então faça isso atire a bola para o Fulano. O Fulano, ao receber a bola, deve dizer: “Obrigado, Beltrano! Olá Cicrano, meu nome é Fulano, vai!” Então atira a bola para uma terceira pessoa, o Cicrano, que segue a mesma fórmula. Assim prossegue até que todos tenham passado a bola e ela retorne a você, que começou a brincadeira.

2a Rodada: Diga “Ótimo, vamos ver se conseguimos fazer de novo - na mesma ordem, sempre usando os nomes dos outros. Lembre de sempre agradecer usando o nome da pessoa, e atirar adiante também usando o nome da pessoa. Não precisamos mais falar nosso próprio nome. Portanto é só dizer, por exemplo: Obrigado, Fulano. Cicrano, vai”! A ordem deve ser exatamente igual à anterior. Se alguém não lembrar ou se enganar, ajude-os.

3a Rodada: Diga “Ótimo, vamos fazer de novo, mas desta vez, vamos tentar o mais rápido possível, OK? Vamos lá! Fulano, vai…”etc., e comece novamente.

4a Rodada: Diga “Muito bom, mas conseguimos fazer mais rápido que isso! Quero ver agora a velocidade máxima! Fulano, vai!!” Comece com muito entusiasmo e jogue a bola para começar. Depois que a bola passou por algumas mãos, tire uma segunda bola do bolso (surpresa!), e comece: “Olá Fulano, vai!” e jogue. Como todos já estão bem treinados, a segunda bola já vai meio automática. Depois de um tempo, pode introduzir a terceira, quarta bolas, até mais… (note que quando as bolas voltarem para você, que iniciou, continue jogando-as adiante).

Para um pouco de humor, coloque um número absurdo de bolas, ou comece a jogar outros objetos (brinquedos infantis macios, etc.) até que as coisas saiam fora de controle!

Caçada ao Versículo

Essa é uma brincadeira que você pode fazer quando estiver com o grupo de jovens e a igreja vazia à sua disposição.

Escolha alguns versículos (é interessante que sejam versículos que tenham relação com a lição / estudo da noite). Cada pessoa deve ter uma Bíblia e todos começam sentados na última fileira de cadeiras do templo. Começe a ler o versículo, e não pare de ler o texto até que alguém o encontre na sua Bíblia, fique de pé e comece a ler junto. Essa pessoa que leu corretamente pula uma fileira para frente. Assim continua até a primeira pessoa chegar na fileira de cadeiras mais da frente, vencendo a brincadeira. Ou então divida em times e estabeleça que todas pessoas do time devem chegar à primeira fileira (cuidado que a brincadeira pode se tornar comprida).

Tome cuidado se houverem visitantes. Essa é uma brincadeira chata para quem não conhece a Bíblia.

Batalha Naval Tamanho Família

É como o jogo Batalha Naval, porém em tamanho família!

Divida o local do jogo em duas partes de forma que um lado não possa enxergar o outro (creio que a forma mais fácil é amarrar uma corda e colocar um lençol por cima).

A seguir, as pessoas de cada time escolhem um local para si e não podem se mover daí. Quando o jogo começa, cada time ganha uma bola (de meia, de vôlei, de borracha, etc.) e devem tentar atingir o outro time com essas “bombas”. Se alguém for atingido pela “bomba”, está fora e senta ao lado da quadra até o jogo acabar. Não vale se mexer para desviar da bola (embora você possa permitir que se movam desde que não tirem os pés do lugar; cuide bem).

Obs: cada lado precisará de pessoas responsáveis por pegar a bola e atirá-la para o outro lado novamente.

Sugestão: se estiver quente, faça com bexigas/balões de água!